O processo de Consulta Pública e contribuições ao Plano de Manejo da Estação Ecológica de Itapeti será realizado durante os Encontros que acontecerão no espaço das reuniões do Conselho Gestor da Unidade de Conservação, nas etapas de Diagnóstico, Zoneamento e Programas. Confira e acompanhe o resultado de cada um dos encontros abaixo

O 1º Encontro de Consulta Pública ao Plano de Manejo da Estação Ecológica de Itapeti ocorreu no espaço da Reunião Extraordinária do Conselho Consultivo da unidade, em 21 de março de 2018, realizada no Centro Municipal de Formação Pedagógica CEMFORPE, Mogi das Cruzes.

A reunião que contou com a participação de 35 pessoas, entre conselheiros da UC, sociedade civil, universidades, além dos técnicos da Fundação Florestal, Coordenadorias de Educação, Fiscalização e Planejamento Ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

Abertura da Reunião

A Reunião do Conselho Consultivo iniciou com a abertura realizada pela gestora da unidade de conservação, Suellen Lima, que sugeriu a todos que se apresentassem. A Diretora da Metropolitana Interior da Fundação Florestal, Lucila Manzatti agradeceu a presença de todos, com notícias institucionais sobre a EE, além de lembrar que a UC fez recentemente 31 anos, e ressaltou a importância da contribuição de todos ao longo do processo. Gestora fez a apresentação da programação do dia e explicou sobre a arvore dos sonhos, incentivando que todos pudessem colaborar com o que desejamos para a UC para daqui a 5 anos.

 

Apresentação sobre Plano de Manejo

A coordenadora do Núcleo Planos de Manejo, Fernanda Lemes, apresentou conceitos iniciais, sobre o que são unidades de conservação, planos de manejo, Sistema Nacional de Unidades de Conservação e Sistema Ambiental Paulista, apontando suas estruturas organizacionais. A segunda parte da apresentação destinou-se a pontuar a produção do roteiro metodológico de elaboração dos planos de manejo e a organização do comitê de integração dos planos de manejo.

 

Apresentação sobre Participação Social e Canais de Consulta Pública

Representante da Coordenadora de Fiscalização Ambiental, Beatriz Truffi apresentou a Concepção Metodológica sobre a Participação Social na Elaboração dos planos de manejo. A mesma destacou três momentos, o primeiro no âmbito do conselho consultivo, o segundo ocorre com a realização da Audiência Pública e por último no âmbito do CONSEMA, que deliberará sobre o plano de manejo. O segundo momento da apresentação serviu para apontar as diretrizes que norteiam este trabalho do ponto de vista metodológico. Por fim Beatriz destacou a página que o Sistema Ambiental Paulista disponibiliza todos os arquivos e documentos necessários ao processo de participação, bem como os links para acesso aos formulários para contribuições aos mesmos.

 

Apresentação do Diagnóstico da UC

A terceira apresentação da manhã foi realizada pela gestora da UC, que fez uma rápida explanação sobre a categoria Estação Ecológica conforme SNUC, e posteriormente apontou características da EE Itapeti, seu histórico e diferentes usos e seu atual entorno, que possui várias áreas protegida. A gestora também destacou atual infraestrutura, e profissionais destacados para nela trabalhar. Os próximos pontos a que foram abordados tratam-se do diagnóstico realizado pelo Sistema Ambiental Paulista, apontando os dados do meio biótico, antrópico e físico que caracterizam hoje a estação ecológica. Frisou como já apontado pela Fernanda Lemes que esta UC passou por coleta de dados primários para o tema biótico, garantindo assim riqueza diferenciada de dados sobre a realidade desta EE. Gestora destacou em sua fala as principais espécies de fauna e flora, com importância para uma espécie de arbusto que segundo pesquisadores de campo, não há registro no estado de são Paulo. E por último apresentou as pressões internas sofridas pela UC, como o assoreamento da represa; e pressões externas, como o parcelamento do solo, hibridização do sagui, e principais oportunidades, como a flora e fauna, as pesquisas já realizadas e observação de aves.

Coleta e Socialização das Contribuições ao Diagnóstico

Beatriz CFA, apresentou a dinâmica dos trabalhos com o mapa da UC, em que ocorreram as coletas das contribuições sobre as ameaças e oportunidades para a EE Itapeti. Nestas mesas de trabalho os participantes deveriam focar as respostas para as seguintes perguntas: quais são e onde estão as ameaças da UC? e quais são e onde estão as potencialidades da UC?. Para cada mesa foram disponibilizados cerca de 30 minutos, sendo após este período houve troca de participantes por mesa, garantindo assim que todos pudessem garantir suas contribuições nas duas questões. Após momento ocorreu a socialização em que os mediadores das mesas, leram os principais pontos registrados.

            

Encaminhamentos

Ao final do encontro, a gestora agradeceu a participação de todos e o grupo decidiu como encaminhamento que o próximo encontro seria na Escola de Educação Ambiental em Mogi das Cruzes.